website statistics

Receba nossas matérias por e-mail:

Guia do bebê – O bebê com 10 meses.

10 meses – Confira o desenvolvimento do bebê mês a mês.

Senta direitinho, fica de pé no berço ou já anda sozinho. O bebê com 10 meses de idade, representa um momento com muito progresso.

Ele já pode estar andando ou ainda apenas engatinhando. Um bebê que anda aos 10 meses não é, contudo, mais inteligente do que aquele que só vai andar aos 13. A única diferença nessa capacidade, é que meninos, normalmente, são mais precoces do que as meninas. Isso porque sua parte motora é mais desenvolvida. Em compensação, elas geralmente falam mais cedo. Agora os bebês tocam, esfregam e beliscam suavemente, sobretudo mãe e pai, demonstrando que sabem como manifestar seu afeto, tal qual os adultos. Também revelam outros progressos. Sentam-se direitinho, engatinham, ficam de pé segurando em algum móvel ou na grade do berço, apanham objetos e combinam dois brinquedos.

bebê 9 meses 300x211 Guia do bebê   O bebê com 10 meses.

Bebê - 10 meses.

10 meses- Ensaiando os primeiros passos

O bebê fica em pé no berço, agarrado à grade. Quando você o coloca no chão, segurando-o pelas mãozinhas dele, ele até que ensaia uns passinhos. Joga a perninha no ar, mas não consegue firmar os pés no chão nem coordenar um pé adiante do outro. É começo. Mas não tente forçá-lo. Há mães inexperientes que pedem ajuda a outras pessoas para forçar as pernas do filho na posição e direção certas. Nada disso adianta. Só atrapalha. Ele ainda não tem coordenação, nem firmeza na coluna. Não insista. Espere que o bebê se desenvolva naturalmente.

Corte de cabelo do nenê- Acertando as pontas dos cabelos.

É por volta dos 9, 10 meses, que o bebê precisa de seu primeiro corte de cabelos, que vai acertar as pontas do cabelinho e ajudar a fortalecer. Sobretudo se ele andou perdendo muitos fios nos últimos tempos. É normal, mas há quedas de cabelos causada por atritos constantes. Por isso, acostume-se a mudar a posição que ele dorme, para que não pressione exclusivamente uma única região da cabeça. Há crianças que apresentam falhas na parte de trás porque deitam-se somente de costas.

Prepare certo as hortaliças

Em primeiro lugar, evite as panelas de alumínio, porque desprendem material que não é saudável para o bebê. Prefira as de vidro ou de ferro. Há estudos que também não recomendam utensílios de ágata, pois podem soltar resíduos. Na hora de refogar as hortaliças, coloque só um pouquinho de óleo ou manteiga no fundo da panela para não grudar. Junte a verdura já picadinha, os temperinhos e tampe. Não adicione água. Deixe-as refogar no próprio sumo, em fogo brando. Quando for cozinhá-las, use pouca água e acrescente óleo ou manteiga só no último momento antes de apagar o fogo.

Adultos como estímulo

Quem sugere é Sara Lewis em seu livro Como Alimentar Seu Filho de 1 a 3 Anos, lançado pela editora Marco Zero. Se a criança se nega a comer a sua sopinha, pode-se tentar deixá-la à mesa quando os adultos estiverem fazendo uma refeição. Ela terá vontade de experimentar o que eles estão consumindo. Nem precisa esperar que ela complete 1 ano. Você pode fazer isso desde já. Tem criança que não resiste ao que a mãe está comendo. Estica a mãozinha e pede mesmo.

Água é um remédio para quase tudo

Hidratar é recomendação médica em casos de gripe e diarréia. Portanto, no primeiro sintoma, verifique se o bebê anda tomando líquidos suficientes. Agua filtrada e fervida, água mineral sem gás, sucos de frutas, vale tudo para manter o equilíbrio da água no corpo. Mas jamais suspenda a alimentação, nem em casos de diarréia. Líquido só não basta. Dê-lhe refeições mais leves, como por exemplo, carne desfiada e purezinho de batatas. Os alimentos sólidos ajudam a regularizar o intestino. E não deixe de consultar o médico.

Dar ou não líquidos durante as refeições é uma dúvida que incomoda as mães’. Dê sim, mas muito pouco. Líquidos ajudam a umedecer o bolo alimentar e facilitam a ação de enzimas digestivas. Mas não exagere na dose, pode ser prejudicial; nem tampouco ofereça refrigerantes, que não contêm nutrientes e ainda por cima inflam o estomâgo.

Problemas digestivos nos bebês.

Há quem dê refrigerantes à base de cola para tratar supostos problemas digestivos nos bebês. Nunca faça isso. Se você acha que seu filho está com dificuldades de digestão, consulte o pediatra que, se for o caso, receitará os medicamentos apropriados para curá-lo.

Sopinha vitaminada

Uma sopinha muito nutritiva e saborosa para os dias mais frios, pode ser preparada com aveia e beterraba.

- Coloque quatro colheres de sobremesa de aveia em flocos do liqüidificador, sem água.

- Bata até virar pó.

- Adicione uma beterraba em pedaços pequenos e junte 500 ml de água.

- Bata a mistura novamente, coloque na panela e leve ao fogo até ferver.

- Misture salsinha e cebolinha picadas, deixe mais um pouco em fogo brando e sirva ainda quentinha.

Dentes nascendo X Falta de apetite.

Aos 10 meses, com dentinhos nascendo, eles vão se alimentar menos. As mães, no geral, pensam que seus bebês estão com problemas pela falta de apetite. Mas não. Apenas as gengivas estão muito sensíveis e eles recusam os alimentos para não irri-tá-Ias. É uma indisposição passageira. Nessa fase procure triturar melhor a comida para que ele não deixe de se alimentar.

Pele macia e bem protegida

Hoje em dia os bebês contam com uma infinidade de produtos especiais para suas peles sensíveis. A tradicional marca Welleda, por exemplo, tem uma linha de artigos exclusivos para eles.
São sete produtos naturais, dentre os quais um creme protetor preparado com cera de abelhas, camomila e óleos essenciais para as partes do corpo do bebê que ficam mais expostas, como rosto e mãos. À venda nas lojas especializadas.

Bom astral no quartinho do seu bebê.

Você quer tornar o quarto do seu bebê mais harmonioso e receptivo ao bons fluidos, a terapeuta Sandra Siciliano dá duas sugestões:

- Pinte as paredes com um verde bem clarinho. O verde é a cor do coração e do equilíbrio mental e emocional. Além disso é higienizante.

- Prefira colocar no chão do quarto um piso de madeira, que, além de ser mais quente, serve como isolante.

Cuide dos pezinhos do seu nenê.

Em primeiro lugar, evite sapatos apertados. São prejudiciais ao desenvolvimento dos pés e ainda provocam unhas encravadas. Meias, de preferência, as de algodão puro. Nada de sapatos muito enfeitados, com laçarotes grandes, cordões demais, muitos detalhes e costuras. Só atrapalham e incomodam.

Veja como manter as unhas dos pés:

- Corte as unhas rentes e reto.

- A periodicidade varia de criança para criança, mas em geral deve ser toda semana.

- Para limpar, não use escovas nem palitos. A pele ainda é muito sensível, pode machucá-lo.

- Se for preciso, use cotonetes embebidos em água.

Nenê – Artigos relacionados:

O primeiro mês de vida do bebê

O segundo mês de vida do bebê

O terceiro mês de vida do bebê

O quarto mês de vida do bebê

O quinto mês de vida do bebê

O sexto mês de vida do bebê

O sétimo mês de vida do bebê

O oitavo mês de vida do bebê

O nono mês de vida do bebê

Voltar ao início do nenê

Nenê - Artigos Relacionados:

Nenê tagged this post with: Read 167 articles by

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>