O reflexo do bebê.

O COMPORTAMENTO  E OS REFLEXOS DO BEBÊ

Nascido o bebê, pode levar um certo tempo para que você se acostume com o seu comportamento. É válido estudar suas reações aos vários estímulos e familiarizar-se com alguns dos traços que marcarão sua personalidade. Bebês recém-nascidos têm muito mais individualidade do que geralmente se acredita, e esse é um fato para se ter sempre em mente quando se começa a conhecer o próprio filho.

Reflexos do bebê

Uma coisa comum a todos os bebês saudáveis é a quantidade de reflexos que pode ser estimulada desde os primeiros momentos após o parto. Esses reflexos são movimentos inconscientes que, por volta dos 3 meses, começam a ser substituídos por movimentos conscientes.

Reflexo da apreensão

Se você colocar alguma coisa na palma da mão do bebê, ele vai segurá-la com força. Quando o bebê agarra algo, ele o faz de maneira suficientemente forte para suportar todo o peso do seu corpo (embora você não deva tentar isso nunca).

reflexo bebe O reflexo do bebê.

Testando os reflexos do bebê

Reflexos dos olhos

O bebê fechará, piscará ou moverá os olhos de um lado para outro, dependendo do que estiver acontecendo ao seu redor.

•    Com os olhos abertos ou fechados, ele piscará se uma luz incidir sobre seu rosto — nunca permita, entretanto, que a luz atinja diretamente os olhos do bebê

•    Se você o tocar levemente no nariz, assoprar com delicadeza na direção dos olhos, ou o surpreender com um barulho repentino, ele piscará

•    Quando se ergue o bebê, virando-o para a esquerda ou para a direita, seus olhos não se moverão normalmente com a cabeça. Estarão, momentaneamente, fixos na mesma direção. Isso é conhecido como “reação olho de boneca “, que desaparece dez dias depois do nascimento.

O recém-nascido reage de uma maneira positiva à presença da mãe, contraindo momentaneamente todo o corpo e o rosto. Assim que aprende a controlar os movimentos, sua reação se torna mais direta e menos aleatória. Na sexta semana, por exemplo, ao invés de contrair todo o rosto, ele pode exibir um nítido sorriso.

Testando os reflexos do bebê

Até que a capacidade física e mental se desenvolva, serão os reflexos instintivos do bebê que darão a medida de sua maturidade. Os médicos testam esses reflexos para verificar a saúde geral e observar se o sistema nervoso central está funcionando bem. Os prematuros não reagem da mesma maneira que os nascidos no prazo normal.

Embora existam mais de 70 reflexos primitivos, o médico geralmente testa apenas alguns, selecionados. Os dois reflexos comumente mais verificados, e que podem ser testados com facilidade pela própria mãe, são os da sucção e da apreensão. Não tente testar o reflexo de Moro em casa, pois isso poderia estressar o bebê, fazendo-o chorar.

Reflexo de Moro

Quando se deixa a cabeça do bebê cair para trás, ele levanta os braços com os dedos esticados e, depois, os deixa cair devagar sobre o corpo.

O reflexo “rooting”

Este é o maior instinto básico: aquele que ajuda seu recém-nascido a achar seu seio e sugá-lo. Se você gentilmente tocar a bochecha do bebê, ele virará a cabeça na direção de seu dedo e abrirá a boca. Tocando o centro de seu lábio superior, ele também abrirá a boca imediatamente.

Reflexo de andar

Se você segurar o bebê pelas axilas e colocá-lo de pé sobre uma superfície firme, ele moverá as pernas como se quisesse andar. Esse reflexo, que desaparece de três a seis semanas, não é o que o ajudará a aprender a andar.

Reflexo de posição

É muito semelhante ao reflexo de andar. Segure-o na posição de pé, com a parte da frente da perna colocada junto à borda de uma mesa. Instintivamente ele levantará o pé, como se fosse dar um passo sobre a mesa. O mesmo acontece com o braço: se a parte de trás do antebraço do bebê tocar a borda da mesa, ele levantará o braço.

Reflexo de “Engatinhar”

Colocado de barriga para baixo, ele assume a posição de engatinhar, com a pélvis alta, os joelhos puxados para cima e posicionados sob o abdômen. Quando ele chuta as pernas, muda de lugar, como se estivesse engatinhando. Mas, de fato, não está. É mais um reflexo que desaparece assim que as pernas se desdobrarem e ele for capaz de se deitar reto.

Artigos relacionados:

Para que serve o teste do pezinho?

Fonte: Crescer em família

Voltar ao início do Nenê

 

Nenê - Artigos Relacionados: